domingo, 20 de julho de 2008

O AZEITE DA VIÚVA

POSTADO POR DESSA

O AZEITE DA VIÚVA



Texto Base: 2Reis 4:1-7
Versículo para memorizar: "O meu Deus, segundo a Sua riqueza em glória, há de suprir em Cristo Jesus, cada uma de suas necessidades." Filipenses 4:19
Objetivos:
Saber que Deus pode suprir as nossas necessidades
Sentir-se agradecido pela bondade de Deus

Musicas: "Ação de Graças"
História

Certo dia, uma mulher foi pedir ajuda a Eliseu. Seu marido havia morrido. Ele havia estudado em uma das escolas dos profetas. Eliseu devia conhecê-lo. Quando o homem morreu, ele devia algum dinheiro para outro homem.
- O homem quer levar meus dois filhos para serem escravos para pagar a dívida - contou a mulher a Eliseu.
- O que você tem em sua casa? - perguntou-lhe Eliseu.
- Apenas uma jarra de azeite - respondeu ela.

- Vá e peça emprestadas quantas jarras você conseguir - disse Eliseu. - Feche sua porta e derrame o azeite de sua jarra dentro de todas as outras jarras.
A mulher fez exatamente como Eliseu lhe disse. Ela e seus filhos foram a todas as pessoas que eles conheciam e pediram jarras emprestadas.
Quando não conseguiram emprestar mais, entraram em casa e fecharam a porta. A mulher começou a derramar o azeite de sua jarra dentro das jarras emprestadas. Jarra após jarra foi enchida. Finalmente, não havia mais nenhuma jarra vazia em parte alguma!
A mulher correu e contou a Eliseu.


- Vá e venda o azeite - disse Eliseu. - Pague suas dívidas. Você e seus filhos podem viver do restante do dinheiro.

Esta é uma lição sobre Graça
Deus fez mais do que simplesmente cuidar do problema dessa viúva.
Ela não só foi capaz de vender o azeite para pagar as dívidas, mas teve sobra suficiente para continuar a viver.
O azeite da viúva poderia ter continuado a fluir do seu jarro, mas ela não tinha mais vasilhas.
A graça de Deus mais do que supre as nossas necessidades. Ela nunca se esgota.
Nós é que não temos mais espaço para aceitar Suas bênçãos.
Reforçando a lição

Necessidades e Bênçãos
Colocar os dois copos na frente da sala, um identificado com a palavra “necessidades” e o outro com “bênçãos”. Distribuir aos alunos várias bolinhas de gude ou pedrinhas.
Pedir que os alunos pensem tanto em necessidades não supridas em sua vida — algo que eles precisam que Deus faça por eles agora — como em bênçãos que Deus já lhes concedeu ou tem concedido regularmente.
Pedir que um por vez os alunos mencionem uma necessidade ou uma bênção ao colocarem no copo apropriado uma das bolinhas/pedrinhas.
(Salientar o fato de que algumas coisas podem ser tanto necessidade como bênção, dependendo da situação do aluno. Um abrigo, por exemplo pode ser uma necessidade para uma pessoa sem teto, mas uma bênção para os alunos que têm um lar.)
Parar quando um dos copos transbordar de bolinhas ou pedrinhas.

Qual a conclusão?
Qual dos copos ficou cheio primeiro?
Quantas necessidades verdadeiras temos que Deus ainda não supriu? Vamos pedir a Ele? Vamos dizer juntos nosso Verso Para Memorizar?
Não importa como as coisas nos pareçam no momento, podemos estar seguros de que:
A FONTE DA GRAÇA DE DEUS NUNCA SE ESGOTA.

Nenhum comentário: